O que é steel frame?

Construções com o sistema steel frame são aquelas em que as colunas, vigas, lajes e telhados são feitos com estruturas de aço. Todo o esqueleto da casa é de aço e não se utiliza tijolos e concreto na parte superior da construção. O concreto é utilizado somente nas fundações.

O sistema de construção steel frame também é conhecida como construção seca, pois água é necessária somente na etapa da fundação e depois não é mais.

Tipo de aço

Para garantir a segurança da estrutura é necessário seguir alguns padrões. O Aço utilizado deverá ter espessura mínima de 0,8 mm e máxima de 2 mm e ser galvanizado. Aço galvanizado é resistente a ferrugem e abrasões mantendo sua rigidez ao longo do tempo. Um grande ponto positivo do sistema steel frame é que o aço é um material reciclável.

Tipo de fundação

Fundação utilizada nesse sistema é o radier. O radier é uma “laje” de concreto armado ou protendido que fica abaixo da casa e em contato direto com o solo. Neste tipo de fundação o peso (carga) é distribuído de forma uniforme para o solo. Antes de sua concretagem, devem ser feitas as instalações hidráulicas e elétricas que passam por baixo da casa. Geralmente são as tubulações de esgoto, águas pluviais, entradas de energia e comunicação (telefone e interfone). Saiba mais sobre esse tipo de fundação em nosso post de fundação radier.

Painéis estruturais

Como não utiliza tijolos o sistema steel frame as paredes painéis estruturais, parecidos com a ideia de placas de drywall, porem sua estrutura é de aço galvanizado e possui várias camadas para garantir conforto térmico, acústico e resistência ao sistema.

Os painéis de aço podem ser montados e parafusados na fábrica, seguindo à risca o projeto estrutural, facilitando o trabalho na obra e reduzindo desperdícios. Ou pode vim pré-montados, sendo parafusados ou ajustados na obra.

Componentes dos painéis de paredes externas:

  • Estrutura, é composta de aço galvanizado tratado com anticorrosivo.
  • A placa de OSB (Oriented Strand Board), é um painel constituído de tiras prensadas e orientadas de madeira. Possui resistência mecânica maior do que uma chapa de madeira comum seu principal objetivo é ser um contraventamento para estrutura de aço.
  • Membrana, toda a estrutura externa é coberta por uma membrana. Ela permite que o sistema respire e impede a entrada de umidade. Diminui a temperatura dos painéis e impede formação de mofos.
  • Placa cimentícia, uma das formas de revestir os painéis, composta por uma massa de cimento reforçada com fibra de vidro. Oferece uma superfície muito plano e resistente a temperatura.
  • Base coat, é um acabamento para as placas cimentícias. É uma massa aplicada em toda a extensão da parede. Garante a impermeabilização e a unificação das placas. Ou seja, as juntas se tornam imperceptíveis.
  • Revestimento, a parede em seguida pode ser tratada de forma convencional. Podendo receber pintura, texturas, revestimentos cerâmicos ou qualquer outro tipo de revestimento, tal como pedras, porcelanato ou madeira.
  • Lã de vidro, utilizada como isolante térmico e acústico. Aplicada dentro dos painéis, como se fosse um “recheio”.

Componentes das paredes internas:

  • Estrutura, é composta de aço galvanizado tratado com anticorrosivo.
  • Placa de gesso acartonado, é uma placa produzida de gesso com o papel cartão.
  • Massa niveladora, é um acabamento para as placas de gesso. É uma massa aplicada em toda a extensão da parede. Garante a impermeabilização e a unificação das placas quando utilizada junto com as fitas microperfuradas. Ou seja, as juntas se tornam imperceptíveis e estarão muito bem fixas.
  • Revestimento, a parede em seguida pode ser tratada de forma convencional. Podendo receber pintura, texturas, revestimentos cerâmicos ou qualquer outro tipo de revestimento, tal como pedras, porcelanato ou madeira.
  • Lã de vidro, utilizada como isolante térmico e acústico. Aplicada dentro dos painéis, como se fosse um “recheio”.

Laje

As lajes seguem o mesmo modelo das paredes externas. É composta por uma estrutura metálica revestida com placas de OSB, porém diferente das paredes externas a laje recebe uma camada de concreto, contrapiso, armado e posteriormente a argamassa de acabamento e revestimento. Também é preenchida com lã de vidro, para auxiliar a diminuir os barulhos gerados no andar superior.

Telhado

A estrutura do telhado é montada com peças de aço galvanizado. É muito leve e resistente, como também agrada na ideia de não poder ser atacada por cupins.

No sistema steel frame o telhado pode ser tanto exposto quanto embutido. Escolhido o telhado que mais gostaria para sua casa, somente terá que prestar atenção no projeto para garantir uma montagem adequada. Saiba mais sobre telhados aqui.

As telhas mais comuns para esse sistema steel frame são: telhas sanduiches, telhas shingle, telhas cerâmicas e as telhas de fibrocimento.

Telha shingle são as mais utilizadas para esse sistema, são produzidas a partir de massa asfáltica, coberta de rocha vulcânica. É uma telha ideia para quem busca durabilidade e estética. São mais leves que as telhas cerâmicas necessitando de uma estrutura com menos madeiramento ou estruturas de aço. A cor das telhas é dada a partir de pigmentação cerâmica.

Para telhados com telha shingle calhas e rufos não são necessários pois a telhas podem ser fabricadas em quaisquer formatos, são totalmente impermeáveis e proporcionam acabamento perfeito. O que dá o aspecto de telhado uniforme e muito belo. São aplicadas sobre placas de OBS ou cimentícias e proporcionam alta durabilidade, sem desbotamento de cor e manutenção praticamente nula.

 Instalações elétricas e hidráulicas

Quanto a instalação elétrica as vantagens desse sistema é que os materiais não são diferentes do que numa construção convencional e não é necessário quebrar a parede para passar as instalações. Tudo é feito antes do fechamento dos painéis.

Porém para o sistema hidráulico há diferenças do modo convencional. O sistema utiliza tubos de polietileno reticulado (PEX), tanto para a rede de água fria, quanto para a de água quente.

As conexões e os distribuidores do sistema são de bronze. As mangueiras PEX são flexíveis podem percorrer do ponto de distribuição até o ponto de consumo sem emendas. Tendo um número de conexões bem reduzido, o que auxilia a evitar vazamentos e queda de pressão no sistema hidráulico. Os quadros de distribuição de água são montados e testados na fábrica diminuindo problemas com vazamentos e retrabalho, otimizando a instalação.

Vantagens

Construção no sistema steel frame oferece várias vantagens como:

  • Menor consumo de água, sendo utilizada somente na etapa da fundação
  • Menor quantidade de entulho e quantidade de sobras e perdas de materiais, pois tudo é feito sob medida e com indicação correta de instalação.
  • Agilidade, podendo ser 3x mais rápida, já que não tem que esperar tempo de cura de concreto, argamassas e etc.
  • Canteiro de obras mais organizado e limpo
  • Instalação elétrica e hidráulica sem “quebradeiras”
  • Alta durabilidade e resistência quanto a vendavais e tempestades.

Como fazer?

Fundação

A construção do sistema steel frame se inicia com a fundação. Com a escavação e compactação do solo na área designada ao radier. As caixarias são montadas logo a seguir para delimitar a área. Verifique o tamanho do radier com o projeto estrutural.

As instalações hidráulicas e elétricas devem ocorrer de acordo com os projetos. A manta impermeabilizante deve ser disposta e logo depois as malhas de aço para conferir resistência ao radier. Confirme que as mantas cobrem toda a área do radier e as malhas de aço.

Após posicionar as malhas de aço é colocado o concreto. Este pode ser comprado pronto ou pode ser feito na obra, saiba mais aqui. Durante a aplicação observe se o concreto está pastoso e homogêneo.

Se quiser saber mais sobre a construção de fundação radier acesse nosso post.

Posicionamento dos painéis

Em primeiro lugar se inicia com a marcação do posicionamento dos perfis de aço ou painéis externos no radier. Transferindo as posições do projeto para o radier. Verifique que os profissionais encarregados verificaram o esquadro em cada canto durante o posicionamento. Atenção que nem sempre as bordas do radier estão retas, as formas podem ter deslocado.

A numeração dos painéis é transferida para as posições corretas no radier. Confirme com a equipe que a numeração foi bem-feita, pois os painéis já vêm montados de acordo com a posição que devem ficar na casa.

Manta acústica ou asfáltica deve ser disposta entre o radier e o painel que for fixado para garantir a vida útil do aço. Os painéis são fixados com furadeira e parafusos num espaçamento de 40 cm a 1 metro. Observe sempre se o esquadro e alinhamento dos painéis estão sendo verificados com ferramentas adequadas.

Nos painéis são feitos rasgos para passagem das tubulações hidráulicas e elétricas dispostas no radier. Confirme também que os painéis foram fixados entre si na vertical com parafusos a cada 50 cm.

Montagem das paredes externas e internas

Os painéis das paredes externas devem ser fechados com as placas OSB, membrana e placas cimentícias.

Todo o cuidado deve ter tido na hora de ficar as placas e passar a base coat para garantir a unificação das juntas. Verifique nesse processo se as juntas estão uniformizadas, praticamente imperceptíveis.

As instalações hidráulicas e elétricas devem ser feitas de acordo com o projeto, entre os montantes e suas saídas as tubulações são fixadas com perfis metálicos para evitar a movimentação durante o uso. Depois das instalações é feito o preenchimento dos painéis para garantir o isolamento.

Cobertura

A estrutura da cobertura, telhado é feita com perfis e os fechamentos são feitos também com as placas OSB ou cimentícias. Em seguida é aplicado o revestimento, telhas, especificada pelo arquiteto ou projetista.

Na cobertura pode-se adicionar a camada de isolamento para proporcionar melhor conforto térmico e acústico a residência.

Esquadrias

As esquadrias são instaladas como numa construção convencional. Observe se os vãos foram feitos de acordo com as esquadrias, se estão nivelados e alinhados.

São fixadas diretamente na estrutura de aço, portanto os painéis onde esquadriam sejam instaladas devem vim fabricados/montados com o vão correto para instalação. Confirme as dimensões se localização se estão de acordo com o projeto.

Como na construção convencional é recomendado vedar os encontros das esquadrias com o aço do painel, com espumas ou fitas asfálticas. Após a instalação verifique que as esquadrias abrem e fecham normalmente sem emperrar. Saiba mais sobre instalação de esquadriam em nosso post.

Compartilhar:

Adicionar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *