O que são revestimentos?

Os revestimentos são os azulejos, porcelanatos, cerâmicas, pastilhas e pedras utilizadas para revestir as paredes. Não precisamos nem dizer o quanto eles impactam na estética e estilo da casa. Porém a escolha do revestimento certo também deve considerar o local onde será aplicado, além do designer.

 O QUE É - CAMADAS

Existem hoje muitas opções de modelos de revestimentos com diferentes tipos de materiais para adequar ao seu projeto ao seu estilo. Porém, a escolha do modelo e tipo de material está diretamente ligada à função do cômodo e a exposição ao sol. Por exemplo, deve-se avaliar se o revestimento será aplicado na fachada, onde ficará exposto a chuva e sol, ou será aplicado no interior da residência.

Neste post vamos mostrar quais são os modelos e tipos de revestimentos mais comuns nas residências e mostraremos o passo a passo para fazer a instalação. Boa leitura!

Modelos e tipos de revestimentos

Existem inúmeros modelos e tipos de revestimentos no mercado, os mais comuns são:

TIPOS DE PISOS

Azulejos

É um produto cerâmico que possui uma superfície lisa coberta por uma camada de esmalte. Disponível no mercado com uma gama enorme de tamanhos, cores, acabamentos e desenhos.

 

Os tamanhos mais comuns são: 15×15; 30×30; 35×35 30×60; 40×90; 45×45; 50×50.

E os tipos de acabamentos mais encontrados são:

  • Brilhante: com esmalte de alto brilho
  • Acetinado: esmaltado, porém proporcionam um brilho mais discreto. Ideal para quartos e salas
  • Estampado: esmaltado com diferentes desenhos e estampas

Pastilhas

Também são materiais cerâmicos, e muitas vezes são chamadas de micro-azulejos. Existem diversos tipos de pastilhas, variando entre cores, acabamentos e materiais. Sua durabilidade é muito alta, podendo ser utilizadas em locais úmidos e áreas externas como fachadas. Podem ser de vidro, metal, plástico, cerâmica e pedra.

Porcelanatos

O porcelanato é uma placa cerâmica fabricada com alta tecnologia de prensagem em elevadas temperaturas. Este processo de fabricação confere alta resistência e baixa porosidade, ou seja, pouca absorção e água. Eles são indicados para todos os ambientes, mas de acordo com seu tipo de acabamento.

Porcelanato polido

Possuem superfície muito lisa e brilhante. São polidos e possuem uma camada protetora. Indicados para ambientes secos e de destaque da casa, como salas, corredores e quartos.

Porcelanato acetinado

Porcelanato com acabamento de brilho mais discreto, acetinado, sendo mais resistente a riscos do que o polido. Torna o ambiente mais aconchegante. Ideal para quartos e salas.

Porcelanato esmaltado

Porcelanato que recebe uma camada de esmalte, o que permite ser estampado com diferentes desenhos. Pode ser utilizado em ambiente úmidos e secos.

Porcelanato struturato

Esse revestimento proporciona uma superfície levemente abrasiva. Ótima opção para áreas úmidas como banheiros, decks, garagens, áreas de piscinas e saunas.

Porcelanato natural

São porcelanatos que não possuem acabamento especial em sua superfície, não são polidos e nem esmaltados. Possuem superfície com acabamento matte, opaco, o que o torna mais resistente e áspero. Indicado para áreas externas de residências e para ambientes comerciais

Pedras

Estão disponíveis em diversos tamanhos e cores. Podem ser utilizadas em ambientes internos e externos. Deve-se tomar cuidado em evitar utilizar pedras porosas em ambientes úmidos. Quando bem combinadas, as pedras garantem alta durabilidade nos ambientes.

Tipos de cortes

Existem duas categorias quanto ao tipo de corte para as peças cerâmicas e porcelanatos. As peças podem ter cortes retos (retificados) ou arredondados (bold).

Pisos e revestimentos tipos de corte

Corte reto ou retificado

As placas de piso retificado possuem acabamento reto e preciso. Podem ser rejuntadas com um espaçamento de 1,5mm.

Este pequeno espaçamento de rejunte garante um acabamento mais regular e causa um efeito visual sofisticado e “clean” ao ambiente.

Corte arredondado ou bold

Já as placas com bordas bold apresentam um arredondamento, não possuindo em suas laterais uma superfície tão precisa quanto ao das peças retificadas.

Para essas placas recomenda-se rejuntes com espessura de no mínimo 3mm. Com esse acabamento o rejunte fica mais aparente e o visual mais rústico.

São muitas opções de  revestimentos para sua casa, como você pode ver! Se você ficou com alguma dúvida não deixe de compartilhar nos comentários ou nos enviar através deste formulário.

Como fazer a instalação de um revestimento

Marcação e alinhamento

Antes de começar, é importante verificar se as paredes foram revestidas corretamente com chapisco e emboço ou gesso liso. As paredes não devem ter imperfeições e irregularidades.

Após conferir as condições da parede, o profissional de fazer as marcações nas paredes para obter o alinhamento correto dos revestimentos. O alinhamento deve ser bem feito para evitar recortes desnecessários das peças do revestimento.

Os cortes podem ser dispostos para o lado ou posição menos visíveis como por exemplo: para onde vai ter armários e móveis, atrás do vaso sanitário e para baixo de bancadas. Por isso a marcação e alinhamento devem começar na entrada do cômodo.

Assentamento das peças

O próximo passo é a aplicação da argamassa colante na parede. O tipo de argamassa varia de acordo com o tamanho da peça e o local de aplicação do revestimento. Verifique na embalagem as especificações do fabricante e compre a argamassa certa e de boa qualidade.

Em locais com o clima muito seco é necessário umedecer o emboço (parede) para aumentar a aderência da argamassa. Observe se a área que for ser trabalhada foi umedecida antes da aplicação da argamassa.

A argamassa deverá ser aplica com desempenadeira dentada no mesmo momento do assentamento dos revestimentos. Verifique o posicionamento e alinhamento das peças estão corretos e se estão utilizando espaçadores específicos para o tamanho da peça escolhida.

Para peças maiores que 30×30 cm deve-se aplicar argamassa dupla, ou seja, aplicar tanto na superfície a ser revestida quanto na face a ser colada do revestimento.

Retirado do ar e limpeza

Após colocar a peça, o profissional deverá usar um martelo borracha para bater nos revestimentos fixados para retirar todo o ar que pode ter ficado preso entra a peça e a argamassa.

Depois de assentados os revestimentos, confira se seu pedreiro limpou as peças para retirar as manchas de argamassas e outras sujeiras. Depois de seco a argamassa pode manchar o revestimento permanentemente.

Rejunte

Após 1 dia de secagem (cura) pode ser feito o rejunte com cimento branco. Confirme que foi esperado o tempo de cura da argamassa e se o rejunte está sendo aplicado com auxílio de uma espátula. Também é recomendado realizar a limpeza dos revestimentos após o rejunte para evitar manchas.

Como calcular os materiais de construção?

Quantidade de peças

Para determinar a quantidade de pisos e revestimentos, você precisará primeiro calcular a área da superfície a ser revestida multiplicando a largura x comprimento.

Depois, você precisará calcular a área da peça escolhida considerando a espessura do rejunte, ou seja, basta multiplicar (comprimento da peça + espessura rejunte) x (largura da peça + espessura do rejunte).

Agora é só dividir a área da superfície a ser revestida pela área da peça escolhida para determinar a quantidade de peças. Uma dica importante é levar em conta a taxa de perda de materiais, pois peças de revestimentos podem precisar de recortes e quebrar durante o processo.

Argamassas

Para calcular a quantidade de argamassa colante você precisará multiplicar a área da superfície a ser revestida pelo rendimento da argamassa escolhida se for comprar a argamassa pronta. Os fabricantes indicam o rendimento nos sacos, mas fique atento que para peças menores que 30×30 o rendimento é maior do que para peças maiores.

Se for fazer a argamassa na obra você precisará multiplicar a área da superfície a ser revestida pela espessura média da argamassa (geralmente 0,5cm) para achar o volume de argamassa. Depois é só multiplicar o volume pelo rendimento (quantidade de areia, cal ou aditivo e cimento) do traço escolhido.

Achou complicado calcular as quantidades de revestimentos e argamassa? Não perca os cabelos com isso, use as nossas calculadoras de materiais para facilitar a sua vida. É gratuito.

CIMENTICIO TIJOLO PORCELANATO MADEIRA PEDRA PASTILHA 02 PASTILHA 03 PASTILHA LAJOTINHA ELIANE LADRILHO

Compartilhar:

Adicionar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *