O que é concreto?

O concreto é o material obtido a partir da mistura de cimento, água, agregados e aditivos. Os agregados do concreto podem ser graúdos, como a pedra brita, ou miúdos como é o caso da areia.

Ao misturar cimento e água, inicia-se uma reação química que resultada no endurecimento da massa.

Como os agregados não participam desta reação, eles auxiliam no preenchimento dos espaços vazios. Isso proporciona mais resistência ao concreto e também reduzem as retrações durante a cura (secagem), o que ajuda a evitar as fissuras.

O que é concreto

O quinto elemento do concreto são os aditivos. Eles são adicionados em pequenas quantidades e incorporam características como: melhor trabalhabilidade, endurecimento mais rápido, maior resistência, impermeabilidade, durabilidade, entre outras.




Quais são as características do concreto?

Dada a sua importância, existem muitas pesquisas sobre características do concreto, a literatura sobre o assunto é bem grande.

Nesta página, vamos comentar sobre as duas características que julgamos serem as mais importantes, a resistência e a consistência.

Resistência do concreto (Fck)

A principal característica do concreto é sua resistência a compressão, ou seja, quanto o concreto consegue aguentar de peso (carga) até o seu rompimento.

A resistência do concreto é medida através do ensaio de compressão em corpos-de-prova cilíndricos realizados por empresas especializadas.

Ela é medida em MPa (Mega Pascal). Dado que 1 milhão de Pascal = 10,2 Kgf/cm², podemos calcular que o concreto com Fck 30 MPa tem uma resistência à compressão de 254,9 Kgf/cm² por exemplo.

Consistência (Slump)

Já a consistência do concreto está relacionada com a mobilidade da massa e a coesão entre seus componentes. Ela é determinada através do ensaio de abatimento do concreto, também conhecido como Slump Test.

O teste é feito com uma haste e um cone de 30 cm de altura, com 10 cm de diâmetro no topo e 20 cm na base.

Com a base maior do cone encostada no chão, coloca-se a primeira camada de concreto no cone com 10 cm de altura e realiza 25 golpes com a haste. Em seguida, coloca-se a segunda camada e repete a quantidade de golpes. Por último, coloca-se a terceira camada de concreto e repete os golpes.

Consistência Slump

Depois de cheio, o cone é retirado cuidadosamente e a massa de concreto sofre uma pequena deformação, esparramando e perdendo altura. A diferença da altura da massa de concreto em centímetro é o valor do Slump.

Quais os tipos de concreto?

Com o aumento da complexidade das estruturas, houve uma maior exigência sobre a qualidade e características do concreto.

Esta necessidade fez com que surgissem muitos tipos de concreto novos. Hoje existe um tipo ideal de concreto para cada tipo de aplicação. Veja a seguir alguns exemplos:

Concreto preparado na obra

Concreto rodado na obra é fabricado no canteiro de obras com auxílio de pás, baldes e betoneira. Acreditamos que ele ainda seja o concreto mais utilizado nas construções residenciais.

O cimento, areia, pedra, água e aditivos (opcional) são misturados na betoneira de acordo com o traço do concreto estabelecido pelo profissional responsável pela obra.

Concreto preparado na obra

Depois de misturado, o concreto é aplicado nos locais de uso com auxílio de baldes, carrinho de mão, pás e colher de pedreiro.

Devido à baixa trabalhabilidade e a sua consistência seca, é recomendada a utilização de vibradores para garantir o adensamento correto do concreto.

Concreto usinado convencional

O concreto usinado é fabricado em centrais de dosagens, comumente conhecidas como usinas, de onde vem o seu nome. Ele também é conhecido como concreto dosado em central (CDC).

Nas usinas, a quantidade e qualidade do cimento, areia, pedra e água são controlados e a resistência é calculada e comprovada através de ensaios de laboratórios.

Por estes fatores, o concreto usinado tente a ter uma qualidade superior ao concreto feito na obra.

Concreto usinado convencional

O transporte da usina até o canteiro de obras é feito através caminhões betoneiras. Já a transferência do caminhão até os locais de uso é feita por carrinhos de mão, gruas e baldes, mas nunca por bombas.

Devido a sua baixa trabalhabilidade, o uso de vibradores de concreto é indicado para garantir o adensamento correto nas fôrmas.

Concreto bombeável

O concreto bombeável é o segundo concreto usinado mais utilizado em obras comuns. Como seu próprio nome indica, a aplicação dele na obra é feita através de bombas de concreto.

Concreto bombeável

Além de facilitar a aplicação, o bombeamento ajuda a evitar a segregação do concreto, mantendo a sua consistência e uniformidade.

Importante lembrar que a locação das bombas deve ser feita juntamente com a compra do concreto.

Concreto de Alto Desempenho

O concreto de alto desempenho é fabricado em usinas com aditivos plastificantes e adições minerais de sílica ativa e metacaulim.

Concreto de Alto Desempenho

Ele é indicado para obras especiais, hidráulicas e para recuperações de estruturas.

Concreto de Alta Resistência Inicial

O concreto de alta resistência inicial é fabricado com aditivos e cimentos especiais que permitem atingir altas resistências em pouco tempo de cura.

Concreto de Alta Resistência Inicial

Esta secagem rápida proporciona uma desforma mais rápida, por isso ele é muito utilizado na fabricação de peças de concreto pré-moldadas, concreto protendido e grandes obras.

Concreto pesado

O concreto pesado é fabricado com agregados especiais que fazem a sua densidade variar entre 2800 e 4500 kg/m³.

Concreto pesado

Ele é muito utilizado como contrapeso e isolante radioativo em hospitais, gasodutos e usinas nucleares.

Concreto de Pavimento Rígido

Com alta resistência a tração e ao desgaste, o concreto de pavimento rígido é utilizado em estradas e vias urbanas. Ele é fabricado somente em usinas de concreto.

Concreto de Pavimento Rígido

Concreto leve

Com baixa densidade, em torno de 500 kg/m³, o concreto leve é reconhecido por ser um ótimo isolante térmico e acústico.

Para obter uma baixa densidade, o concreto leve é produzido em suínas com agregados leves como isopor, vermiculita e argila expandida.

Concreto leve

Ele é utilizado na fabricação de blocos, em elementos de vedação, regularização de superfícies e enchimento de lajes.

Por ter uma resistência menor ele não é recomendado para peças estruturais.

Concreto projetado

Já o concreto projetado foi desenvolvido para ser projetado em superfícies e promover a compactação e aderência sobre ela.

Concreto projetado

Ele é utilizado para revestir encostas, túneis e paredes de contenção.

Concreto auto adensável

Com maior plasticidade do que o concreto fluído, o concreto auto adensável dispensa totalmente a utilização dos vibradores.

Concreto auto adensável

Ele é aplicado com auxílio de bombas em fundações do tipo estaca e peças com grande quantidade de armaduras de aço.

Concreto impermeável

Já o concreto impermeável é fabricado com cimento especial e tem baixa relação de água x cimento.

Concreto impermeável

Isso confere ao concreto maior resistência à ambiente úmidos e submersos, sendo muito indico para obras hidráulicas em geral.

Concreto com adição de fibras

Devido adição de fibras de nylon, polipropileno ou aço, o concreto com adição de fibras atinge maiores resistências quanto a fissuração por retração.

Concreto com adição de fibras

Ele é utilizado na construção de pisos industriais, pistas de aeroportos e obras especiais onde resistência a abrasão e tração são necessárias.

Como usa o concreto na obra?

O concreto é utilizado em todos os tipos de obras, mesmo as casas feitas de Steel Frame utilizam o concreto nas fundações. Ou seja, ele é utilizado desde a fabricação de calçadas até peças estruturais de grande porte.

Geralmente, os concretos menos resistentes são utilizados em estruturas mais comuns, que não suportam tantas cargas ou sofrem com desgastes, como calçadas e contrapisos.

Já os concretos mais resistentes, com Fck acima de 19 MPa, são utilizados para estruturas que necessitam suportar cargas ou esforços maiores, como é o caso das fundações e estruturas de concreto armado e protendido.



Concreto armado

O concreto armado é a combinação do concreto com armações de aço. O concreto possui muita resistência a compressão (esmagamento), porém baixa resistência a tração (esforços laterais).

Concreto armado

Com a adição das armações de aço, aumenta-se de forma significativa a resistência a tração das peças de concreto. Assim a combinação do concreto com o aço garante a durabilidade e estabilidade das estruturas.

A estrutura de concreto armado é a mais utilizada nas construções por não limitar os projetos e ter um bom custo benefício.

Concreto protendido

Dada a similaridade, pode-se dizer que o concreto protendido é uma evolução do concreto armado, pois oferece maiores resistências a compressão e tração.

O concreto utilizado é o mesmo, a diferença está na estrutura de aço. No concreto protendido a armação de aço dá lugar a armaduras (armação passiva) e cordoalhas engraxadas de aço (armadura ativas). Mas como funciona?

Concreto protendido

Três dias depois da concretagem, os cabos de aço das cordoalhas são tensionados (esticados) com um macaco hidráulico.

Depois de mais alguns dias, após a secagem completa do concreto, o macaco hidráulico é retirado e a resistência do concreto é aumentada devido a tensionamento dos cabos de aço.

O concreto protendido é muito utilizado para obras que necessitam de vãos livres grandes como estacionamentos, salões de festas e pontes.




Como comprar concreto usinado?

O concreto usinado é comercializado por volume medido em m³ e segundo a NBR 7212 – Execução de Concreto Dosado em Central, deve ser utilizado até 2 horas e meia após a primeira adição de água.

Por isso, é muito importante orientar e coordenar a equipe da obra para aplicar o concreto nos locais de uso assim que o caminhão chegar na obra.

Com esse prazo curto entre preparação, transporte e lançamento, o planejamento da compra do concreto deve ser muito bem feito.

Como comprar concreto usinado

O concreto não deve ser entregue enquanto as fôrmas não tiverem prontas e o local para estacionar o caminhão betoneira preparado no canteiro de obra.

Na hora de fazer o pedido para a usina é muito importante especificar a resistência, trabalhabilidade e dimensão do agregado. Ficou na dúvida, peça a ajuda do engenheiro responsável pela obra.

E lembre-se, antes de realizar o pedido para a usina de concreto, verifique se ela possui certificados de conformidade das normas brasileiras de produção de concreto usinado e se realizam testes periodicamente de resistência e fluidez.

Vale ressaltar que, dependendo do tipo de concreto, pode ser necessário alugar bombas ou outros serviços necessários para aplicação dele na obra. Geralmente estes serviços são cobrados separadamente.



Como receber o concreto usinado?

Quando o concreto chegar no canteiro de obras é muito importante se atentar aos seguintes itens:

Lacre do caminhão

As empresam lacram o caminhão quando ele sai da usina para garantir ao consumidor a qualidade do produto. Verifique se há o lacre e se ele está intacto.

Nota fiscal

Na nota fiscal, verifique as informações sobre o traço e quantidade de água adicionado no concreto. Peça para seu engenheiro verificar também.

Nela também tem a horário de saída do caminhão. Confirme se o concreto está dentro da validade e não aceite concreto prestes a vencer ou vencido.

Nota fiscal

Análise técnica

A análise técnica do concreto é feita fora da obra por empresas especializadas no controle tecnológico de concreto.

Estas empresas analisam a consistência e fluidez do concreto entregue e realizam a moldagem de corpos de prova para testes de resistências.

Verifique se a amostra foi coletada na hora da entrega e depois peça para a empresa contratada te enviar o laudo.

Como armazenar o concreto?

O concreto não pode ser armazenado, ele deve ser aplicado no mesmo dia da sua preparação. Por isso, é importante ter um bom planejamento de quanto produzir para evitar desperdícios.

Como armazenar o concreto

Como já falamos, após a adição da água, o cimento começa a endurecer e o concreto feito na obra tem 4 horas para ser aplicado. Já o concreto usinada tem apenas 2h30 de prazo de validade.

Portanto, antes da produção do concreto, as caixarias deverão estar prontas e a quantidade muito bem calculada para não sobrar ou faltar. Os materiais também devem ser pensados e adquiridos com antecedência.




Compartilhar:

Adicionar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *