O que é bloco de concreto?

Os blocos de concreto, também chamados popularmente de blocos de cimento, possuem formato de paralelepípedo e dois furos grandes na vertical. Eles são utilizados na construção de paredes e muros.

Eles foram inicialmente produzidos em 1902 para oferecer mais segurança a casas, hospitais e escolas..

Os blocos de concreto são os mais utilizados na alvenaria estrutural, por isso muitos não lembram que existem blocos para alvenaria de vedação também.

O que é bloco de concreto

Como o próprio nome já diz, os blocos são feitos de um concreto especialmente desenvolvido para esta finalidade. Na fábrica, o cimento, agregados, água e aditivos são dosados e misturados de forma controlada para garantir a resistência de bloco de concreto.

Após homogeneizar a mistura, a massa obtida é vibrada e prensada dentro de um molde para adquirir o formato do bloco. O desmolde é feito antes da cura do concreto.

Após a desmolda, os blocos são levados para uma câmara com temperaturas médias de 80°C e umidade de 100% para que o concreto atinja a cura rapidamente.

Dois dias após o processo de cura, são realizados os testes de resistência, conferência de medidas e demais características. Somente lotes com resistências e medidas verificadas devem ser postos no mercado.




Quais os tipos de blocos de concreto?

As normas brasileiras definem basicamente dois tipos de blocos de concreto:

  • Bloco vazado de concreto simples para alvenaria sem função estrutural (NBR 7173);
  • Bloco vazado de concreto com maiores resistências para alvenaria estrutural (NBR 6136).

Atenção, os blocos de concreto com fundo não têm norma da ABNT e estão em desuso.

A persistência do bloco de concreto com fundo (fechado) no mercado deve-se à falta de atualização de parte dos pedreiros acostumados com técnicas construtivas antigas.

Bloco de concreto de vedação

Os blocos de concreto de vedação devem ser utilizados somente para a alvenaria de vedação, como paredes e muros. Eles possuem baixa resistência entre 2 e 3 Mpa.

Bloco de concreto de vedação

A utilização de blocos de concreto de vedação exige a construção conjunta de estruturas como pilares, vigas, pilaretes e cintas de amarração. Sozinhos os blocos não são capazes de suportar as cargas da edificação ou muro.

Bloco de concreto estrutural

Já os blocos de concreto estruturais são utilizados no sistema de alvenaria estrutural, onde as paredes são responsáveis por suportar o peso da edificação.

Nesse sistema de construção, não é necessário fazer colunas e vigas de concreto. Os blocos de concreto, com resistência superior a 4,5 Mpa, suportam todas as cargas da edificação.

Quando é necessário estruturas adicionais, elas são realizadas dentro dos blocos de concreto, como os grautes, cintas de amarração e vergas e contravergas.

Bloco de concreto estrutural

Outra característica deste sistema é que as tubulações hidráulicas ou elétricas são instaladas no interior da parede, passando por dentro dos furos dos blocos de concreto.

Apesar de parecerem iguais, as laterais dos blocos de concreto para alvenaria estrutural são mais espessas do que os blocos de vedação.

A composição do concreto também é diferente, o bloco estrutural tem um traço de cimento maior. Só estas duas características já conferem ao bloco estrutural uma resistência maior.

Canaleta de concreto

As canaletas de concreto são blocos em formatos de “U” e são utilizados na obra junto com os blocos de concreto de vedação ou estrutural.

Graças ao seu formato, dentro das canaletas é possível colocar barras de aço e concreto para criar peças estruturais muito resistentes.

Canaleta de concreto

Assim, as canaletas de concreto são indispensáveis na construção das cintas de amarração de paredes e muros; e vergas e contravergas das portas e janelas.

Meio bloco de concreto e blocos compensadores

A maior parte das paredes são levantadas com blocos inteiros. Porém, para fazer a amarração da alvenaria é necessário intercalar os blocos e isso cria lugares onde o bloco inteiro não encaixa.

Para não quebrar ou serrar o bloco de concreto, o que poderia causar perda da resistência do material, são vendidos juntos aos blocos inteiros os meio blocos e os blocos compensadores.

Meio bloco de concreto e blocos compensadores

Estes blocos são usados para atingir as medidas necessárias das paredes e muros sem a necessidade de quebrar os blocos inteiros.

Blocos de concreto chanfrados

Os blocos de concreto chanfrados se assemelham aos meio-blocos, porém com um chanfro de 45°.

Blocos de concreto chanfrados

Eles são utilizados quando as paredes possuem cortes ou angulações que os blocos comuns não conseguem fazer.

Blocos de concreto de amarração

Na alvenaria estrutural a união de paredes em T ou em L é feita com muita atenção para oferecer a maior resistência possível. Muitas vezes nessas uniões são feitos os grautes, e para isso os blocos devem respeitar a modulação necessária.

Blocos de concreto de amarração

Os blocos de amarração utilizados chegam a possuir comprimentos de 34 a 54 cm para melhor acomodar a união das paredes e os grautes.

Blocos de concreto elétricos e hidráulicos

São blocos de concreto pequenos que já vêm preparados para receber os pontos de elétrica e hidráulica.

Blocos de concreto elétricos e hidráulicos

Além de evitar que os blocos sejam cortados e danificados, estes blocos especiais aceleram o processo de assentamento e instalações dos sistemas hidráulicos e elétricos.

Blocos de concreto celular autoclavado

Os blocos de concreto celular autoclavado são produzidos de cimento, pedra calcária, pó de alumínio, água e areia. O pó de alumínio tem função de expansor, formando bolhas de ar nos blocos ao longo de sua produção.

Por ser um concreto aerado, o bloco de concreto celular possui uma densidade menor do que os blocos de concreto comuns sem perder algumas propriedades de resistências.

Por isso ele vem sendo indicado para construções de alvenaria de vedação, churrasqueiras, preenchimento de lajes, entre outras aplicações.

E mais, por ser aerado, o bloco celular proporciona conforto térmico maior do que os outros tipos de blocos de concreto.

Blocos de concreto celular autoclavado

Outra grande vantagem está no peso. Por ser mais leve, a construção feita de bloco celular gera economia em concreto e armações de aço, pois as fundações e as estruturas de suporte podem ter dimensões menores e armadura de aço mais leves devido a menor carga que terão que suportar.

As medidas dos blocos de concreto celular mais comuns são: largura de 7,5, 10, 15 ou 20cm; altura de 30cm e comprimento de 60cm.



Como usa o bloco de concreto na obra?

Os blocos de concreto são indispensáveis na construção de alvenaria de vedação e estrutural, como também na construção de muros.

Eles são sempre responsáveis pela vedação das paredes, e em alguns casos acabem assumindo também o papel de elemento estrutural.



Como comprar blocos de concreto?

Os blocos de concreto são vendidos por peças ou pallets. Os pallets cobertos com plásticos ou filme plásticos e possuem altura de 7 ou 8 blocos empilhados, comprimento de 1,2 m e largura de 1,0 m.

Família de blocos

Os blocos de concreto comuns, para alvenaria de vedação ou estrutural são vendidos por famílias, ou seja, por conjuntos de blocos.

As famílias são classificadas conforme a largura do bloco:

  • M-12,5 para 11,5cm de largura
  • M-10 para larguras de 9cm
  • M-7,5 para 7,5cm

A altura dos blocos de concreto é sempre de 19cm. Já os comprimentos variam de 11,5 a 54cm conforme a família e o tipo de bloco.

Família de blocos

Classe dos blocos

Além da classificação de família, na hora de comprar os blocos de concreto, é muito importante se atentar a classe dos blocos de concreto. A classe do bloco determina o local de uso e resistência, saiba mais a seguir:

Blocos da classe A

Os blocos de concreto da classe A possuem função estrutural e são indicados para alvenarias acima ou abaixo do nível do solo.

Eles podem ser expostos a umidades e não recebem revestimentos como reboco. Eles possuem resistências maiores que 6 Mpa.

Blocos da classe B

Já os blocos da classe B, também possuem função estrutural, mas são indicados para alvenaria externa acima do nível do solo.

Eles podem receber revestimento de argamassas para proteção contra intempéries. Ele tem resistências maiores que 4 Mpa, porém menores do que 6 Mpa.

Blocos da classe C

Blocos de concreto da classe C também possuem função estrutural e são indicados para alvenaria interna acima do nível do solo.

Eles possuem resistências maiores que 3 Mpa e podem ser revestidos com argamassas.

Blocos da classe D

Os blocos de concreto da classe D são aqueles que não possuem função estrutural, sendo utilizados somente para alvenarias de vedação. A resistência é baixa, em torno de 2 Mpa.

Qualidade dos blocos

Na hora da comprar, procure pelo selo de qualidade ABCP ou por selos de conformidade com as normas ABNT. No site da ABCP você pode pesquisar quais fabricantes possuem o selo de qualidade.

Qualidade dos blocos

Os blocos devem apresentar aspecto homogêneo, ter arestas vivas e ser livres de trincas ou manchas que possam afetar a resistência e a durabilidade da construção.

Os blocos também devem ser verificados pelo fabricante e identificados por lote, procedência, classe e resistência para a cumprir e garantir as exigências das normas.

Acabamento dos blocos de concreto

Os blocos de concreto, para alvenaria de vedação ou estrutural, possuem dois tipos de acabamentos:

  • Acabamento rústico: são ásperos e neste caso a alvenaria receberá revestimentos como reboco, assentamentos de peças cerâmicas, papeis de parede e outros.
  • Acabamento aparente: eles têm acabamento liso e podem ser utilizados sem acabamento, não sendo necessário aplicação de argamassas ou revestimentos, somente a pintura.




Como armazenar blocos de concreto?

Os blocos de concreto ocupam bastante espaço, por isso sua compra deve ser planejada para poderem ser armazenados corretamente.

Os blocos de concreto devem ser armazenados em pilhas de até 8 fiadas, em local plano e sobre tablados ou bases de concreto.

Como armazenar blocos de concreto

Preferencialmente, procure armazená-los em locais cobertos ou cubra com lonas para não umedecerem em caso de chuvas.

No caso de pallets, o armazenamento pode ocorrer empilhando até 2 pallets. O empilhamento de mais de 2 pallets pode causar danos aos materiais.




Compartilhar:

Adicionar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *