O momento de adquirir a casa própria é um grande passo na vida de qualquer pessoa e, junto com ele, surge a dúvida: é melhor comprar uma casa pronta e não ter que passar por todas as etapas da obra, reformar ou construir do zero?

Muitas vezes, construir sua residência desde o início torna-se a melhor opção. Ao escolher uma casa pronta, você provavelmente terá que abrir mão de alguns itens com os quais sempre sonhou. Pode ser que a casa não seja no seu bairro preferido ou menor do que tinha imaginado. Em muitos casos, será preciso alguma reforma, o que pode ficar acima do seu orçamento.

Com um bom planejamento, é possível ter uma obra sem preocupação e ainda ter como resultado a casa dos seus sonhos. Confira, então, quais são as principais etapas de uma obra e comece a se organizar para a sua construção!

1. Escolha do terreno

Quanto você realmente tem para investir? A resposta dessa pergunta o orientará para escolher o terreno. Antes de pensar em tamanho, veja a localização, a segurança e também o tipo de residência que você quer. Um sobrado exige um terreno menor, e uma casa plana vai exigir um lote maior.

Busque saber também como é a vizinhança e se a região está sujeita a alagamentos e enchentes. Considerando todos estes aspectos, volte para o seu orçamento e escolha o lote.

Atenção: terrenos de esquina acabam perdendo espaço por conta das calçadas laterais. Outro detalhe para observar é a inclinação do lote, para evitar ter um custo alto com terraplanagem.

2. Planejamento

Feita a escolha do terreno, é hora de colocar o projeto no papel. Para não perder o controle dos gastos, crie uma planilha com orçamento da obra e comece a procurar as pessoas que executarão sua obra. Você vai precisar de uma equipe composta por arquiteto, engenheiro e mestre de obras. Vamos às funções de cada um:

planejamento

Arquiteto

É responsável por criar o projeto da casa. Ele saberá aproveitar muito bem o terreno e ainda proporcionará estética à sua residência. Geralmente os profissionais cobram por m² ou por projeto. Alguns arquitetos oferecem também o serviço de acompanhar a obra etapa por etapa. Procure por referências e projetos já executados por ele antes de fechar a contratação.

Engenheiro

Será o responsável pelo planejamento estrutural, elétrico e hidráulico da sua casa. Toda obra precisa de um engenheiro que assine e garanta que a casa é segura. Geralmente, é ele o responsável por adequar o projeto conforme a legislação e viabilizar a aprovação da obra na prefeitura. Alguns arquitetos têm engenheiros parceiros e vice-versa.

Além do engenheiro responsável pelo projeto estrutural, é necessário ter um engenheiro civil acompanhando a obra. Ele será o responsável técnico da obra que assistirá à execução dela, orientará o mestre de obras e garantirá que todas as normas sejam respeitadas.

Mestre de obras

Muita atenção na hora de contratar o responsável pela execução da obra. É fundamental buscar referências de pessoas que já trabalharam com ele e ter total confiança nesse profissional.

Com a equipe inicial montada, é hora de fazer o projeto da sua casa, sempre com o seu orçamento em vista. Informe para todos quanto poderá gastar e não tenha vergonha de fazer perguntas.

Uma boa questão para fazer a eles é pedir orientações sobre quanto reservar para cada etapa da obra. Tome nota de todos os gastos durante as etapas da obra para não se perder.

3. Fundação

De certa forma, a primeira etapa da construção é a mais importante, pois, se ela não for bem realizada, toda a casa pode ficar comprometida. É a hora de limpar e nivelar o terreno e fazer as fundações, ou alicerce, como é popularmente conhecido.

Fundação

O projeto do seu engenheiro deverá ser seguido à risca. Nesta etapa você precisará contratar empresas de terraplanagem e limpeza de terrenos, e comprar materiais como cimento, concreto e aço para construção das fundações.

Sugira a instalação de um contêiner ou solicite a construção de uma pequena casa de madeira com chave para guardar os materiais e equipamentos que ficarão na obra.

Esta não é a fase de maior gasto e nem a mais demorada. Então, compre materiais de qualidade e respeite o tempo de secagem (cura) do concreto para não correr nenhum risco no futuro.

4. Alvenaria

Após a construção da base da sua casa, é hora de erguer as paredes. Seu mestre de obras vai solicitar materiais como tijolos, cimento, areia, etc.

Você deve ficar atento, pois o tempo de conclusão dessa fase varia conforme os materiais escolhidos, condições climáticas e tamanho da equipe. Mantenha ativa a conversa com seu pedreiro e peça visitas de seu arquiteto para verificar se tudo está certo.

Investir em materiais de qualidade para a casa ficar livre de problemas por muitos anos é uma estratégia inteligente.

Aproveite a sua visita e cadastre-se no nosso Boletim Quinzenal para receber no seu e-mail as melhores dicas e informações sobre obras.

CTA Boletim Quinzenal Blog PraConstruir

5. Estrutura

Depois de levantar as paredes, é hora de fabricar as colunas e vigas que darão sustentação à casa. Existem muitos tipos de estruturas e a mais comum em casas é a de concreto armado.

Os outros tipos de estruturas que vêm ganhando mercado são a alvenaria estrutural, steel frame e tijolo ecológico. Os valores variam e cada mestre de obras prefere trabalhar com um tipo de estrutura.

Vale a pena lembrar que o tipo de estrutura faz parte do projeto, ou seja, a definição de qual será o tipo de estrutura da sua casa deve ser tomada antes de iniciar a construção.

É ideal fazer os orçamentos com antecedência, conversar com seu engenheiro e mestre de obras e decidir o melhor custo-benefício.

É importante que as esquadrias (a estrutura base de portas e janelas) não sejam colocadas agora, mas somente durante a fase de acabamento.

6. Instalação elétrica e hidráulica

O momento de instalar os sistemas que ficam por dentro das paredes é este: antes da finalização delas. Além de cabos e canos, é a hora de instalar o quadro de distribuição de energia, conexões e fios. As tomadas, torneiras e as lâmpadas virão só depois, no acabamento.

Para contratar os profissionais que farão essa parte da obra, busque indicações. Seu mestre de obras talvez conheça alguém. Vale a pena fazer o acompanhamento dessa etapa para verificar se os espaços para as tomadas e torneiras estão nos lugares certos. Na dúvida, verifique novamente o projeto e não tenha medo de usar uma trena para medir.

Se o projeto incluir um sistema de gás e ar-condicionado, essa é a hora de instalar a estrutura interna para a colocação deles (canos e furos). Assim, não será necessário quebrar as paredes depois.

7. Cobertura

Agora, a sua casa vai começar a parecer uma residência. Chegou a hora da cobertura. Após posicionar os canos e tubos nas paredes, é feita a laje. A laje faz parte da estrutura que dá sustentação à casa e, por isso, a sua montagem e construção devem seguir rigorosamente o projeto estrutural.

Cobertura

Uma vez feita a laje, é hora de fazer o telhado. O telhado pode ser exposto ou embutido e usar telhas de cerâmica, fibrocimento, concreto, ecológica, PVC, entre outros materiais. Mais uma vez, verifique o projeto e busque encontrar o melhor custo-benefício.

Pode ser que seu mestre de obras divida a equipe nesse momento, para que uma parte termine o telhado e outra já comece os acabamentos. Isto otimizará o tempo da obra. Após a cobertura, seus profissionais não ficam tão à mercê do clima e muitos dias de chuva poderão ser aproveitados.

8. Acabamento

Antes dos acabamentos, vale a pena solicitar o fechamento do terreno, caso não tenha sido feito ainda. Adiante a frente e coloque tapumes ou os portões, se possível. Como azulejos, porcelanatos, metais de cozinhas e banheiros e outros detalhes são caros, fechar a casa pode evitar prejuízos.

Feito isso, o primeiro passo da fase de acabamento é sempre a colocação de esquadrias. Depois, vem o contrapiso, revestimentos de reboco ou gesso, instalação dos revestimentos e pisos e colocação de peças sanitárias e bancadas.

Por fim, é feita a instalação de portas e vidros, torneiras, tomadas e iluminação. Agora, a casa está essencialmente pronta, restando apenas a pintura das paredes e os serviços complementares, como a jardinagem e uma boa limpeza pós-obra.

Essa fase costuma ser cansativa por ter muitos detalhes, mas é a que demonstrará a sua personalidade na casa. Além disso, considere ter bons profissionais em acabamentos com você e escute os conselhos do seu arquiteto para escolher.

Por ser final de obra, pode ser que a paciência já não esteja 100%, mas acredite: está acabando e falta muito pouco para que seu sonho se realize.

Conhecer as etapas de uma obra é muito importante na hora de fazer seu orçamento e compreender o tempo que levará para construir a casa. Fazer um bom planejamento, ter paciência e bons profissionais é essencial para que sua obra saia como esperado.

Quer conhecer mais sobre construções, etapas da obra e como comprar materiais? Então, curta a nossa página no Facebook e receba diversas dicas para tornar realidade o seu sonho da casa própria.

Quer conhecer mais sobre construções, etapas da obra e como comprar materiais? Então baixe gratuitamente o nosso infográfico sobre etapas da construção e continue aprendendo!

CTA info etapas da construção

Compartilhar:

Adicionar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *