É o desejo da maioria das pessoas ter uma casa ou apartamento bonito, bem decorado e que atenda confortavelmente às necessidades pessoais e familiares. Por conta disso, neste post, falaremos sobre a reforma de um cômodo essencial para nossa casa, a cozinha!

Nessa hora é comum bater um desespero em relação aos percalços de uma obra: contratação de profissionais, sujeira na casa toda, entra e sai de trabalhadores, pesquisa e definição de materiais, etc.

São muitos os pormenores que precisam ser considerados para que tudo ocorra da melhor maneira possível. Pensando nisso, selecionamos 9 dicas essenciais para ajudar você a fazer a reforma de cozinha sem estresse! Continue a leitura e confira!




1. Planeje a disposição dos aparelhos e móveis

Em primeiro lugar, é preciso decidir o que será indispensável no projeto de reforma e quais as suas necessidades. Analisar quais eletrodomésticos serão mantidos e quais serão dispensados? É preciso investir em uma bancada extra além da pia ou serão adquiridos móveis novos?

Planeje a disposição dos aparelhos e móveis

Todas essas questões são importantes e fazem parte de um bom planejamento, o que garantirá que todo o projeto siga o que foi predeterminado com antecedência — evitando o desperdício de tempo e de dinheiro.




2. Defina quais eletrodomésticos serão instalados

Já tratamos dos eletrodomésticos no tópico sobre planejamento. Mas mesmo assim, os eletrodomésticos são itens tão imprescindíveis dentro de uma cozinha que merecem comentários adicionais.

Além do que já foi dito, é fundamental decidir antes da reforma onde os aparelhos serão usados e onde serão guardados. Os eletrodomésticos ficam na cozinha ocupando espaço e precisam caber no local depois que a reforma acabar.

Afinal, não faz sentido reformar tudo, comprar bons produtos e depois não ter como arrumá-los de modo adequado.



3. Invista na instalação de tomadas em pontos estratégicos

Para um perfeito aproveitamento do espaço da cozinha é fundamental que os novos aparelhos que serão comprados possam funcionar sem impedimentos. Logo, é importante observar que esses produtos estão vindo de fábrica com modelos novos de tomada. Isso provavelmente exigirá adaptações na parte elétrica da sua casa ou apartamento.

Sendo assim, é recomendado investir na instalação das novas tomadas que são usadas atualmente. Como também que sejam posicionadas de forma estratégica, considerando os eletrodomésticos que funcionarão no local.

Não esqueça de contabilizar nas instalações as tomadas para os produtos que ficam ligados 24 horas, como geladeira, fogão e filtro de água. Do mesmo modo, para aqueles que necessitam de tomadas específicas, como máquina de café expresso e microondas.



4. Revise as instalações elétricas da cozinha

Já que as novas tomadas serão instaladas, é bom aproveitar a oportunidade para revisar o estado da parte elétrica da casa ou do apartamento.

Revise as instalações elétricas

Lembre-se de que as tomadas de voltagens diferentes exigem tipos de instalação específicos e identificação. Um descuido nesse sentido pode queimar um eletrodoméstico ou até causar um curto-circuito no sistema.

Especialmente no caso de imóveis antigos, a parte elétrica costuma apresentar problemas ocultos. Portanto, não custa nada ser prevenido. Isso sem contar que esse tipo de verificação dá mais tranquilidade e segurança na hora da reforma e, posteriormente, no uso dos eletrodomésticos.

5. Cuide dos detalhes de decoração

Vale a pena dar um toque pessoal à reforma de cozinha. Cuidar para que o ambiente não fique apenas prático e funcional, mas também bonito e agradável.

Basta dar atenção aos detalhes, como consertar portas e puxadores com defeito, além de eliminar objetos que não são usados há muito tempo.

Para renovar o espaço, é possível investir em decoração sem gastar muito, como aplicar adesivos divertidos na geladeira, comprar quadros coloridos com frases engraçadas, instalar prateleiras e comprar tapetes antiderrapantes para o chão.

Essas são apenas algumas ideias, mas usando a criatividade, você pode deixar a sua cozinha muito mais interessante.

6.Elabore um cronograma detalhado da reforma

Para se assegurar de que a reforma seguirá um bom rumo e que os prazos da reforma serão cumpridos, é imprescindível a elaboração de um cronograma . O indicado é que ele seja feito com metas diárias e numa ordem que mostre quais atividades podem ser feitas em paralelo e quais necessitam de uma certa sequência.

Assim, você saberá de antemão o que será feito e, por consequência, os materiais e equipamentos que serão utilizados. Isso facilita muito, já que poderá se planejar e evitar que  falte qualquer elemento necessário para que a reforma siga seu ritmo.

7.Monte o seu orçamento

Uma das melhores maneiras de não se estressar na reforma da sua cozinha é não gastar mais do que o esperado. Para alcançar esse objetivo, antes de começar a obra é preciso fazer um orçamento, considerando gastos diretos e indiretos.

Entre os mais importantes estão os gastos com material, mão de obra, água e eletricidade. É claro que o ideal é tentar seguir ao máximo esse orçamento, mas contratempos podem acontecer, mesmo quando tomamos diversas precauções.

Por isso, ao ter o valor final em mãos, é bom acrescentar uma margem de segurança, para caso seja necessário realizar o desembolso de algum valor.

8.Tenha bons fornecedores

Para uma reforma de sucesso, que seja satisfatória, é preciso trabalhar com empresas e pessoas de confiança. Por isso, pesquise bastante na hora de escolher seus fornecedores. São eles quem garantem material de qualidade e a disponibilidade dos mesmos nas datas combinadas.

Tenha bons fornecedores

Lembre-se, caso falte material, a obra ficará parada, o que traz atrasos e consequentemente prejuízos. Atualmente, é possível utilizar ferramentas de compras online para fazer esse serviço.

Além da comodidade e facilidade de não ter de sair de casa, ainda há uma maior variedade de produtos disponíveis.

9.Contrate mão de obra especializada

Claro que, para contribuir com a manutenção da casa, todos fazem pequenos reparos e consertos. Mas se tratando de obras e reformas maiores, é melhor deixar para quem realmente entende do assunto.

Mantenha em mente que sua casa não é um produto descartável e sim um bem duradouro e, por isso, as intervenções feitas nela devem ser realizadas por profissionais de confiança.

Não pense que contratando mão de obra especializada você estará gastando mais do que deveria. Uma boa mão-de-obra é um investimento para evitar futuros prejuízos e insatisfações.

É melhor gastar um pouco mais durante a reforma do que economizar nesse momento para gastar depois,  consertando possíveis problemas.

A reforma da cozinha pode trazer conforto e praticidade sem grandes transtornos. Seguindo nossas dicas você e sua família poderão aproveitar e desfrutar esse ambiente da melhor forma possível.

Gostou das informações que você encontrou? Quer encontrar mais dicas úteis e interessantes? Deixe o seu comentário.




Compartilhar:

Adicionar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *